sexta-feira, 28 de outubro de 2016

7 atitudes para começar com o pé direito num novo emprego.

Está ansioso com a perspectiva de estrear num emprego? Veja dicas de especialistas para passar bem os primeiros dias de um novo desafio profissional.

Crachá novo, vida nova. É natural sentir um frio na barriga nos primeiros dias de um emprego em que você acabou de ser admitido.

Para Adriana Gomes, psicóloga e consultora de carreira, “aterrissar” tranquilamente num novo ambiente de trabalho não é uma manobra simples. “É como o início das aulas numa escola nova: você precisa se adaptar a múltiplos cenários ao mesmo tempo”, explica.

Mas, se a ansiedade e o medo do desconhecido são inevitáveis, é bom se esforçar para garantir um bom começo. “Não é mentira que as primeiras impressões são as que ficam”, diz Romaly de Carvalho, professora de etiqueta no trabalho da FGV (Fundação Getúlio Vargas).

Segundo ela, a fase inicial de um emprego é o período em que o profissional é observado mais de perto. Por isso, vale redobrar a atenção para atitudes que possam contribuir para o seu marketing pessoal.

A seguir, veja algumas atitudes recomendadas para quem está atravessando as emoções do começo de uma nova aventura profissional:

1. Fale pouco, escute muito
Ninguém espera que, nos seus primeiros dias de empresa, você já saia tagarelando pelos corredores. É melhor se conter e, principalmente, fazer uma observação silenciosa das outras pessoas.

Como seus colegas se relacionam? Quais são os seus assuntos? Quais são as relações de poder mais visíveis? “Você precisa se informar sobre o seu novo ambiente”, diz Adriana. “E não existe forma melhor de fazer isso do que escutar, escutar e escutar”.

2. Economize nos “pitacos”
Você pode até já ter comentários sobre o que deve ser feito, mas normalmente é melhor guardá-los para si. “É arriscado se expor sem conhecer tão bem o seu novo trabalho”, alerta Adriana.

Se já houver reuniões para as quais você foi convidado, o melhor é agir como ouvinte. “Deixe as suas opiniões e avaliações mais veementes para o futuro”, aconselha.

3. Descubra quais são os rostos das figuras mais importantes
Para Romaly, o novato deve fazer um trabalho de “detetive” para se preparar. “Descubra quem são as figuras-chave da empresa, como o presidente e os principais diretores”, recomenda ela. “Se ninguém puder apontar quem é quem para você, vale até pesquisar fotos na internet”.

Não é bisbilhotice, garante Romaly. “Saber como eles são fisicamente evita constrangimentos ou posturas inadequadas se você encontrá-los no elevador ou pelos corredores da empresa, por exemplo”, explica.

4. Não tenha vergonha de se apresentar
Nos primeiros dias, é importante que você busque se fazer conhecer pelos seus novos colegas. “Descubra quando e onde as pessoas costumam se reunir para o café, e use esses espaços para se apresentar”, recomenda Romaly.

Se ninguém facilitar esse primeiro contato, tome a iniciativa. Segundo ela, o gesto de se apresentar a quem você não conhece demonstra autoconfiança, além de ser simpático.

5. Tome a iniciativa para acompanhar colegas em almoços e happy hours
Além de se apresentar, também é aconselhável que você busque ativamente oportunidades para socializar com os demais. De acordo com Adriana, o novato deve evitar almoçar sozinho, por exemplo.

“Perca a vergonha e se convide para acompanhá-los nos almoços, cafés e até happy hours”, diz a consultora. “Quanto antes você se integrar, melhor”.

6. Não force amizades
Embora o recém-chegado deva buscar contato social no novo ambiente, é bom não exagerar na dose. “Não é para dar uma de ‘amigão’ com pessoas que você mal conhece”, diz Adriana.

O ideal, então, é encontrar um equilíbrio delicado entre simpatia e formalidade. “Intimidade é algo que se constrói, então é melhor manter uma certa distância, que vai se encurtando aos poucos”, acrescenta Romaly.

7. Não se envergonhe das suas dúvidas
Nos primeiros dias, é natural estar um pouco perdido. “Não é demérito nenhum desconhecer o funcionamento das coisas”, afirma Romaly. As perguntas, ao contrário, são muito bem-vindas – sobretudo porque serão vistas como sinal de interesse e disposição para aprender.

As interrogações, portanto, estão liberadas – mas desde que sejam sobre trabalho. “Vale mais ser discreto e evitar perguntas sobre assuntos pessoais, como família ou política”, diz a especialista.

(Fonte: Exame - Por Claudia Gasparini)

7 atitudes para começar com o pé direito num novo emprego.

Está ansioso com a perspectiva de estrear num emprego? Veja dicas de especialistas para passar bem os primeiros dias de um novo desafio profissional.

Crachá novo, vida nova. É natural sentir um frio na barriga nos primeiros dias de um emprego em que você acabou de ser admitido.

Para Adriana Gomes, psicóloga e consultora de carreira, “aterrissar” tranquilamente num novo ambiente de trabalho não é uma manobra simples. “É como o início das aulas numa escola nova: você precisa se adaptar a múltiplos cenários ao mesmo tempo”, explica.

Mas, se a ansiedade e o medo do desconhecido são inevitáveis, é bom se esforçar para garantir um bom começo. “Não é mentira que as primeiras impressões são as que ficam”, diz Romaly de Carvalho, professora de etiqueta no trabalho da FGV (Fundação Getúlio Vargas).

Segundo ela, a fase inicial de um emprego é o período em que o profissional é observado mais de perto. Por isso, vale redobrar a atenção para atitudes que possam contribuir para o seu marketing pessoal.

A seguir, veja algumas atitudes recomendadas para quem está atravessando as emoções do começo de uma nova aventura profissional:

1. Fale pouco, escute muito
Ninguém espera que, nos seus primeiros dias de empresa, você já saia tagarelando pelos corredores. É melhor se conter e, principalmente, fazer uma observação silenciosa das outras pessoas.

Como seus colegas se relacionam? Quais são os seus assuntos? Quais são as relações de poder mais visíveis? “Você precisa se informar sobre o seu novo ambiente”, diz Adriana. “E não existe forma melhor de fazer isso do que escutar, escutar e escutar”.

2. Economize nos “pitacos”
Você pode até já ter comentários sobre o que deve ser feito, mas normalmente é melhor guardá-los para si. “É arriscado se expor sem conhecer tão bem o seu novo trabalho”, alerta Adriana.

Se já houver reuniões para as quais você foi convidado, o melhor é agir como ouvinte. “Deixe as suas opiniões e avaliações mais veementes para o futuro”, aconselha.

3. Descubra quais são os rostos das figuras mais importantes
Para Romaly, o novato deve fazer um trabalho de “detetive” para se preparar. “Descubra quem são as figuras-chave da empresa, como o presidente e os principais diretores”, recomenda ela. “Se ninguém puder apontar quem é quem para você, vale até pesquisar fotos na internet”.

Não é bisbilhotice, garante Romaly. “Saber como eles são fisicamente evita constrangimentos ou posturas inadequadas se você encontrá-los no elevador ou pelos corredores da empresa, por exemplo”, explica.

4. Não tenha vergonha de se apresentar
Nos primeiros dias, é importante que você busque se fazer conhecer pelos seus novos colegas. “Descubra quando e onde as pessoas costumam se reunir para o café, e use esses espaços para se apresentar”, recomenda Romaly.

Se ninguém facilitar esse primeiro contato, tome a iniciativa. Segundo ela, o gesto de se apresentar a quem você não conhece demonstra autoconfiança, além de ser simpático.

5. Tome a iniciativa para acompanhar colegas em almoços e happy hours
Além de se apresentar, também é aconselhável que você busque ativamente oportunidades para socializar com os demais. De acordo com Adriana, o novato deve evitar almoçar sozinho, por exemplo.

“Perca a vergonha e se convide para acompanhá-los nos almoços, cafés e até happy hours”, diz a consultora. “Quanto antes você se integrar, melhor”.

6. Não force amizades
Embora o recém-chegado deva buscar contato social no novo ambiente, é bom não exagerar na dose. “Não é para dar uma de ‘amigão’ com pessoas que você mal conhece”, diz Adriana.

O ideal, então, é encontrar um equilíbrio delicado entre simpatia e formalidade. “Intimidade é algo que se constrói, então é melhor manter uma certa distância, que vai se encurtando aos poucos”, acrescenta Romaly.

7. Não se envergonhe das suas dúvidas
Nos primeiros dias, é natural estar um pouco perdido. “Não é demérito nenhum desconhecer o funcionamento das coisas”, afirma Romaly. As perguntas, ao contrário, são muito bem-vindas – sobretudo porque serão vistas como sinal de interesse e disposição para aprender.

As interrogações, portanto, estão liberadas – mas desde que sejam sobre trabalho. “Vale mais ser discreto e evitar perguntas sobre assuntos pessoais, como família ou política”, diz a especialista.

(Fonte: Exame - Por Claudia Gasparini)

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

8 pontos fundamentais para quem vai abrir uma empresa

Alguns pontos de destaque são elaboração do contrato social, a escolha do tipo de tributação da empresa, a escolha do imóvel e obtenção de alvará.

Quer ter um negócio próprio? Abrir uma empresa é uma decisão de grande responsabilidade, sendo necessários diversos processos, que necessitam de atenção, principalmente, nos detalhes mais técnicos. Alguns pontos de destaque são elaboração do contrato social, a escolha do tipo de tributação da empresa, a escolha do imóvel e obtenção de alvará.

Veja alguns pontos que o diretor executivo da Confirp Contabilidade, Richard Domingos, selecionou para ser levado em conta antes de abrir uma empresa:

Planejamento do negócio - O grande problema na maioria das empresas abertas é que isso ocorre impulsivamente, e em função disso não há um plano de negócio estabelecido, público alvo e estrutura necessária, assim, antes de qualquer coisa é necessário sentar e ver o que se pretende e como se objetiva atingir.

Muitas vezes após essa primeira análise se percebe a necessidade de uma capacitação e hoje se encontra um grande número de cursos de capacitação para empreendedores, muito desses gratuitos. Também é importante pesquisar como está o mercado em que pretende atuar, para ver em qual nicho de público se encaixará.

Cálculo de custos para começar a funcionar - É preciso que se tenha em mente que para colocar uma empresa para funcionar haverá custos que vão além dos que já se conhece no dia a dia de uma empresa com infraestrutura e pessoal. Dentre esses os principais são as taxas da junta comercial e da emissão do alvará, dentre outras que variam de acordo com a localidade e o ramo de atuação.

Para facilitar esse processo existem profissionais especializado em resolver a burocracia, para se ter ideia, a Confirp tem uma área que apenas se responsabiliza por isso, tirando do cliente qualquer 'dor de cabeça' relacionada ao tema.

Elaboração do contrato social - Para toda empresa funcionar é imprescindível que se elabora um contrato social, é nesse documento que estão relacionados os pontos práticos do funcionamento da empresa. Pontos primordiais que devem englobar são informações como nome, endereço e atividade, capital social (valor ou bens investidos), qual a relação entre os sócios e como se dá a divisão dos lucros.

Importante frisar que quaisquer alterações contratuais, faz com que se tenha que refazer as inscrições federal, estadual e municipal e as licenças. As sociedades limitadas só podem alteradas se 75% do capital estiver de acordo. Geralmente o registro de um contrato social pode ser agilizado procurando o sindicato da categoria da empresa, sendo que o mesmo pode possuir um posto avançado da junta comercial. Com isso, todo esse processo pode ser finalizado em até 24 horas.

Opção pelo regime tributário que a empresa seguirá - Hoje três são basicamente três os regimes de tributação existentes, Simples, Presumido ou Real. A opção pelo tipo de tributação que a empresa utilizará deve ser feita até o início do próximo ano, mas, as análises devem ser realizadas com antecedência para que se tenha certeza da opção, diminuindo as chances de erros.

Outro ponto é que cada caso deve ser analisado individualmente, evidenciando que não existe um modelo exato para a realização de um planejamento. Apesar de muitos pensarem que melhor tipo de tributação é o Simples, existem até mesmo casos que esse tipo de tributação não é o mais interessante, mesmo que a companhia se enquadre em todas as especificações.

Definição da estrutura física - Além de definir o local onde será o empreendimento é necessário também que se adquira toda uma estrutura para o funcionamento da empresa, e isso dependerá de cada ramo de atuação, podendo ir desde maquinário até material de escritório.

Sobre o local em que será é importante que se observe também se esse se adéqua ao público que pretende atingir e, principalmente, diretrizes estabelecidas pelo município referente ao local.

Obtenção de registros e licenças - hoje a burocracia é tanta para empresas que grande maioria não possui todos os registros e licenças necessários para o funcionamento, no que se configura em um risco jurídico para essas, dentre os registro necessários estão o habite-se do imóvel (autorização da prefeitura para que ele possa ser habitado) e as regras de ocupação de solo (cada cidade define regras específicas em leis de zoneamento), alvará de funcionamento, pagamento de taxas de funcionamento, dentre outras licenças necessárias dependendo da atividade da empresa.

Veja todos os documentos necessários e em quais órgãos buscar:

  • Junta Comercial: registros dos atos sociais (contrato social, atas de reuniões, deliberações etc.)
  • Receita Federal: para obtenção de registro do CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica).
  • Prefeitura: para obtenção do Alvará de Funcionamento e nota fiscal, caso a empresa seja contribuinte do ISS (Imposto Sobre Serviços).
  • Secretaria Estadual da Fazenda: para obtenção de inscrição Estadual.

Contratação de uma contabilidade - Toda empresa necessita de uma contabilidade par funcionar. Essa que será responsável por estar gerando as informações imprescindíveis para a empresa esteja em dia com os órgãos públicos.

Também são responsáveis pelo cálculo de impostos e tributos que a empresa deverá pagar, bem como análise da situação contábil da empresa e geração de informações imprescindíveis para a gestão empresarial.

Processo de contratação de profissionais - Sua empresa terá necessidade de funcionários? Se sim é necessário abrir processos seletivos para contratação, hoje esse ponto é um dos mais problemáticos para as empresas em função de um crescente apagão de mão de obra que passa o país. Após a contratação é necessário elaborar o contrato de trabalho, definir salários benefícios ver qual o melhor regime de trabalho e regularizar o mesmo junto ao INSS.

Torne-se um franqueado de sucesso e agende uma visita! 


8 pontos fundamentais para quem vai abrir uma empresa

Alguns pontos de destaque são elaboração do contrato social, a escolha do tipo de tributação da empresa, a escolha do imóvel e obtenção de alvará.

Quer ter um negócio próprio? Abrir uma empresa é uma decisão de grande responsabilidade, sendo necessários diversos processos, que necessitam de atenção, principalmente, nos detalhes mais técnicos. Alguns pontos de destaque são elaboração do contrato social, a escolha do tipo de tributação da empresa, a escolha do imóvel e obtenção de alvará.

Veja alguns pontos que o diretor executivo da Confirp Contabilidade, Richard Domingos, selecionou para ser levado em conta antes de abrir uma empresa:

Planejamento do negócio - O grande problema na maioria das empresas abertas é que isso ocorre impulsivamente, e em função disso não há um plano de negócio estabelecido, público alvo e estrutura necessária, assim, antes de qualquer coisa é necessário sentar e ver o que se pretende e como se objetiva atingir.

Muitas vezes após essa primeira análise se percebe a necessidade de uma capacitação e hoje se encontra um grande número de cursos de capacitação para empreendedores, muito desses gratuitos. Também é importante pesquisar como está o mercado em que pretende atuar, para ver em qual nicho de público se encaixará.

Cálculo de custos para começar a funcionar - É preciso que se tenha em mente que para colocar uma empresa para funcionar haverá custos que vão além dos que já se conhece no dia a dia de uma empresa com infraestrutura e pessoal. Dentre esses os principais são as taxas da junta comercial e da emissão do alvará, dentre outras que variam de acordo com a localidade e o ramo de atuação.

Para facilitar esse processo existem profissionais especializado em resolver a burocracia, para se ter ideia, a Confirp tem uma área que apenas se responsabiliza por isso, tirando do cliente qualquer 'dor de cabeça' relacionada ao tema.

Elaboração do contrato social - Para toda empresa funcionar é imprescindível que se elabora um contrato social, é nesse documento que estão relacionados os pontos práticos do funcionamento da empresa. Pontos primordiais que devem englobar são informações como nome, endereço e atividade, capital social (valor ou bens investidos), qual a relação entre os sócios e como se dá a divisão dos lucros.

Importante frisar que quaisquer alterações contratuais, faz com que se tenha que refazer as inscrições federal, estadual e municipal e as licenças. As sociedades limitadas só podem alteradas se 75% do capital estiver de acordo. Geralmente o registro de um contrato social pode ser agilizado procurando o sindicato da categoria da empresa, sendo que o mesmo pode possuir um posto avançado da junta comercial. Com isso, todo esse processo pode ser finalizado em até 24 horas.

Opção pelo regime tributário que a empresa seguirá - Hoje três são basicamente três os regimes de tributação existentes, Simples, Presumido ou Real. A opção pelo tipo de tributação que a empresa utilizará deve ser feita até o início do próximo ano, mas, as análises devem ser realizadas com antecedência para que se tenha certeza da opção, diminuindo as chances de erros.

Outro ponto é que cada caso deve ser analisado individualmente, evidenciando que não existe um modelo exato para a realização de um planejamento. Apesar de muitos pensarem que melhor tipo de tributação é o Simples, existem até mesmo casos que esse tipo de tributação não é o mais interessante, mesmo que a companhia se enquadre em todas as especificações.

Definição da estrutura física - Além de definir o local onde será o empreendimento é necessário também que se adquira toda uma estrutura para o funcionamento da empresa, e isso dependerá de cada ramo de atuação, podendo ir desde maquinário até material de escritório.

Sobre o local em que será é importante que se observe também se esse se adéqua ao público que pretende atingir e, principalmente, diretrizes estabelecidas pelo município referente ao local.

Obtenção de registros e licenças - hoje a burocracia é tanta para empresas que grande maioria não possui todos os registros e licenças necessários para o funcionamento, no que se configura em um risco jurídico para essas, dentre os registro necessários estão o habite-se do imóvel (autorização da prefeitura para que ele possa ser habitado) e as regras de ocupação de solo (cada cidade define regras específicas em leis de zoneamento), alvará de funcionamento, pagamento de taxas de funcionamento, dentre outras licenças necessárias dependendo da atividade da empresa.

Veja todos os documentos necessários e em quais órgãos buscar:

  • Junta Comercial: registros dos atos sociais (contrato social, atas de reuniões, deliberações etc.)
  • Receita Federal: para obtenção de registro do CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica).
  • Prefeitura: para obtenção do Alvará de Funcionamento e nota fiscal, caso a empresa seja contribuinte do ISS (Imposto Sobre Serviços).
  • Secretaria Estadual da Fazenda: para obtenção de inscrição Estadual.

Contratação de uma contabilidade - Toda empresa necessita de uma contabilidade par funcionar. Essa que será responsável por estar gerando as informações imprescindíveis para a empresa esteja em dia com os órgãos públicos.

Também são responsáveis pelo cálculo de impostos e tributos que a empresa deverá pagar, bem como análise da situação contábil da empresa e geração de informações imprescindíveis para a gestão empresarial.

Processo de contratação de profissionais - Sua empresa terá necessidade de funcionários? Se sim é necessário abrir processos seletivos para contratação, hoje esse ponto é um dos mais problemáticos para as empresas em função de um crescente apagão de mão de obra que passa o país. Após a contratação é necessário elaborar o contrato de trabalho, definir salários benefícios ver qual o melhor regime de trabalho e regularizar o mesmo junto ao INSS.

Torne-se um franqueado de sucesso e agende uma visita! 


(Fonte: Administradores)

Fotógrafos capturam imagens de casamento embaixo d’água

Já imaginou se molhar para fazer o seu álbum de casamento? O casal de fotógrafos australiano Adam e Shawn-Marie Ravazzano sempre se interessou por imagens submersas e, por isso, criou o projeto Love Water Photography. As informações são do site Nômades Digitais.

Com a ideia em mente, Adam e Shawn-Marie viajaram até Maui, no Havaí, para começar a fotografar casais embaixo d’água, o que resultou em imagens impressionantes e que expressam momentos de amor e união.

As fotos desse ensaio foram estreladas por Maikalani Dias e Leiha'aheo Kamahele-Beeck, que se conheceram submersos, literalmente. Os dois estavam mergulhando quando Maika deu um "empurrão" acidental na mulher. Após dois anos desse encontro, eles acabaram se conhecendo através de amigos e se apaixonaram. Confira mais fotos:









Se você, assim como o casal de fotógrafos Adam e Shawn-Marie Ravazzano ama fotografar, é hora de se profissionalizar e lucrar fazendo o que você gosta! Basta clicar aqui e se cadastrar!


(Fonte: Catraca Livre)

Fotógrafos capturam imagens de casamento embaixo d’água

Já imaginou se molhar para fazer o seu álbum de casamento? O casal de fotógrafos australiano Adam e Shawn-Marie Ravazzano sempre se interessou por imagens submersas e, por isso, criou o projeto Love Water Photography. As informações são do site Nômades Digitais.

Com a ideia em mente, Adam e Shawn-Marie viajaram até Maui, no Havaí, para começar a fotografar casais embaixo d’água, o que resultou em imagens impressionantes e que expressam momentos de amor e união.

As fotos desse ensaio foram estreladas por Maikalani Dias e Leiha'aheo Kamahele-Beeck, que se conheceram submersos, literalmente. Os dois estavam mergulhando quando Maika deu um "empurrão" acidental na mulher. Após dois anos desse encontro, eles acabaram se conhecendo através de amigos e se apaixonaram. Confira mais fotos:









Se você, assim como o casal de fotógrafos Adam e Shawn-Marie Ravazzano ama fotografar, é hora de se profissionalizar e lucrar fazendo o que você gosta! Basta clicar aqui e se cadastrar!


(Fonte: Catraca Livre)

terça-feira, 25 de outubro de 2016

10 gifs que resumem sua busca por emprego

Se você está nessa situação ou já viveu esse momento, certamente vai se identificar.

Todo mundo sabe que não está fácil para ninguém, principalmente para quem está em busca de emprego. Mas para adicionar uma dose de humor a esse momento, compilamos uma lista de gifs que resumem com precisão a experiência dos candidatos a uma vaga; confira:

1) Depois de espalhar currículo para todos os cantos, você finalmente é chamado/a para uma entrevista de emprego


2) Sua mãe fica em casa tipo...


3) Aí, você chega atrasada na entrevista, mas finge que está tudo sob controle


4) A entrevista até corre bem e você tem todas as respostas na ponta da língua


5) Então, eles começam a falar sobre algo que realmente te interessa: os benefícios oferecidos pela empresa


6) Quando de repente o recrutador pergunta se você realmente sabe falar inglês, como mencionado no currículo


7) E aí te perguntam quais seus pontos fracos


8) E dizem que vão tomar uma decisão dentro de poucos dias. Por fora, você se mostra confiante...


9) ... Mas, na realidade, está se corroendo de ansiedade por dentro


10) Quando você finalmente descobre que, sim, você conseguiu o emprego dos seus sonhos...


A propósito, se você estiver em busca de uma oportunidade se emprego, AQUI você encontra vagas abertas durante o ano todo. Candidate-se!

10 gifs que resumem sua busca por emprego

Se você está nessa situação ou já viveu esse momento, certamente vai se identificar.

Todo mundo sabe que não está fácil para ninguém, principalmente para quem está em busca de emprego. Mas para adicionar uma dose de humor a esse momento, compilamos uma lista de gifs que resumem com precisão a experiência dos candidatos a uma vaga; confira:

1) Depois de espalhar currículo para todos os cantos, você finalmente é chamado/a para uma entrevista de emprego


2) Sua mãe fica em casa tipo...


3) Aí, você chega atrasada na entrevista, mas finge que está tudo sob controle


4) A entrevista até corre bem e você tem todas as respostas na ponta da língua


5) Então, eles começam a falar sobre algo que realmente te interessa: os benefícios oferecidos pela empresa


6) Quando de repente o recrutador pergunta se você realmente sabe falar inglês, como mencionado no currículo


7) E aí te perguntam quais seus pontos fracos


8) E dizem que vão tomar uma decisão dentro de poucos dias. Por fora, você se mostra confiante...


9) ... Mas, na realidade, está se corroendo de ansiedade por dentro


10) Quando você finalmente descobre que, sim, você conseguiu o emprego dos seus sonhos...


A propósito, se você estiver em busca de uma oportunidade se emprego, AQUI você encontra vagas abertas durante o ano todo. Candidate-se!

15 comportamentos que podem arruinar sua carreira

Certas atitudes podem comprometer a credibilidade de qualquer profissional e até mesmo culminar em uma demissão. Veja quais são.


Há certos erros que podem comprometer a credibilidade de qualquer profissional e até mesmo culminar em uma demissão. São pequenas coisas que às vezes nem percebemos.

Um e-mail "seco" e direto demais, por exemplo, pode ser mal interpretado e azedar sua imagem no ambiente de trabalho. Por mais amigável que você seja pessoalmente, é preciso se atentar ao tom na comunicação escrita.

Para você ficar atento, listamos os principais comportamentos responsáveis por corroer lentamente a reputação de um profissional:

  • Não se adaptar à cultura da empresa
  • Desculpar-se demais em vez de apontar soluções
  • Ser arrogante e achar que sabe tudo
  • Fazer o mínimo necessário
  • Vestir-se de maneira desleixada
  • Estar sempre atrasado
  • Não reconhecer erros e agir sempre na defensiva
  • Ser pessimista e arrastar para baixo os colegas também
  • Adiar os projetos até o último minuto
  • Não se esforçar para ser simpático com seu chefe e/ou colegas
  • Fazer comentários negativos sobre as pessoas da empresa
  • Não cumprir prazos
  • Ter descontrole emocional
  • Se comunicar pouco com as demais pessoas do trabalho
  • Não demonstrar interesse e entusiasmo
Se você foi demitido por uma dessas causas, fique tranquilo. Ainda restam mais de 50 mil vagas disponíveis em todo o Brasil!


(Fonte: Catraca Livre)

15 comportamentos que podem arruinar sua carreira

Certas atitudes podem comprometer a credibilidade de qualquer profissional e até mesmo culminar em uma demissão. Veja quais são.


Há certos erros que podem comprometer a credibilidade de qualquer profissional e até mesmo culminar em uma demissão. São pequenas coisas que às vezes nem percebemos.

Um e-mail "seco" e direto demais, por exemplo, pode ser mal interpretado e azedar sua imagem no ambiente de trabalho. Por mais amigável que você seja pessoalmente, é preciso se atentar ao tom na comunicação escrita.

Para você ficar atento, listamos os principais comportamentos responsáveis por corroer lentamente a reputação de um profissional:

  • Não se adaptar à cultura da empresa
  • Desculpar-se demais em vez de apontar soluções
  • Ser arrogante e achar que sabe tudo
  • Fazer o mínimo necessário
  • Vestir-se de maneira desleixada
  • Estar sempre atrasado
  • Não reconhecer erros e agir sempre na defensiva
  • Ser pessimista e arrastar para baixo os colegas também
  • Adiar os projetos até o último minuto
  • Não se esforçar para ser simpático com seu chefe e/ou colegas
  • Fazer comentários negativos sobre as pessoas da empresa
  • Não cumprir prazos
  • Ter descontrole emocional
  • Se comunicar pouco com as demais pessoas do trabalho
  • Não demonstrar interesse e entusiasmo
Se você foi demitido por uma dessas causas, fique tranquilo. Ainda restam mais de 50 mil vagas disponíveis em todo o Brasil!


(Fonte: Catraca Livre)

Os 19 benefícios mais desejados pelos funcionários brasileiros

Os atrativos corporativos são responsáveis por reter muitos funcionários nas empresas; saiba quais são os preferidos.

Muito mais do que apenas o salário, quando a questão é ficar no atual emprego ou procurar por algo melhor, os benefícios oferecidos pelas empresas pesam na decisão.

Um estudo recente feito pela Catho levantou quais os incentivos mais cobiçados pelos colaboradores brasileiros. E advinha só... Os nossos tão amados vale-refeição e vale-alimentação ficaram entre as primeiras posições, é claro!

Vale-refeição está na lista de prioridade dos funcionários brasileiros

Mas qualidade de vida e saúde são fundamentais. Segundo pesquisa Para 74,6%, a assistência médica é o fator mais importante. Confira a lista completa:

1) Assistência médica - 74,6%

2) Participação nos lucros - 57,2%

3) Vale-alimentação - 52,4%

4) Vale-refeição - 50,7%

5) Bonificação por desempenho - 45,6%

6) Vale-transporte - 42%

7) Assistência odontológica - 40,4%

8) Auxílio educação - 32,3%

9) Seguro de vida - 32,1%

10) Previdência privada - 27,8%

11) Cesta básica - 22,8%

12) Convênios/ descontos comerciais - 21,8%

13) Estacionamento - 12,9%

14) Veículo da empresa - 12,5%

15) Auxílio creche - 9,7%

16) Auxílio moradia - 8,6%

17) Celular fornecido pela empresa - 7,9%

18) Outros - 3,5%

19) Empréstimos consignados - 3,3%

(Fonte: Catraca Livre)

Os 19 benefícios mais desejados pelos funcionários brasileiros

Os atrativos corporativos são responsáveis por reter muitos funcionários nas empresas; saiba quais são os preferidos.

Muito mais do que apenas o salário, quando a questão é ficar no atual emprego ou procurar por algo melhor, os benefícios oferecidos pelas empresas pesam na decisão.

Um estudo recente feito pela Catho levantou quais os incentivos mais cobiçados pelos colaboradores brasileiros. E advinha só... Os nossos tão amados vale-refeição e vale-alimentação ficaram entre as primeiras posições, é claro!

Vale-refeição está na lista de prioridade dos funcionários brasileiros

Mas qualidade de vida e saúde são fundamentais. Segundo pesquisa Para 74,6%, a assistência médica é o fator mais importante. Confira a lista completa:

1) Assistência médica - 74,6%

2) Participação nos lucros - 57,2%

3) Vale-alimentação - 52,4%

4) Vale-refeição - 50,7%

5) Bonificação por desempenho - 45,6%

6) Vale-transporte - 42%

7) Assistência odontológica - 40,4%

8) Auxílio educação - 32,3%

9) Seguro de vida - 32,1%

10) Previdência privada - 27,8%

11) Cesta básica - 22,8%

12) Convênios/ descontos comerciais - 21,8%

13) Estacionamento - 12,9%

14) Veículo da empresa - 12,5%

15) Auxílio creche - 9,7%

16) Auxílio moradia - 8,6%

17) Celular fornecido pela empresa - 7,9%

18) Outros - 3,5%

19) Empréstimos consignados - 3,3%

(Fonte: Catraca Livre)

Os piores anúncios de emprego já vistos

Não são só os candidatos que andam cometendo gafes. Fizemos um compilado para provar isso.

A internet está cheia de exemplos de currículos mal redigidos, com informações desnecessárias ou gafes que não passam despercebidas diante dos olhos dos recrutadores. Mas nessa comunicação, não são somente os candidatos que erram feio, vários anúncios de emprego estão aí para comprovar.  Confira alguns deles:

1. A busca pelo estagiário multifacetado


2. Aqui não é bagunça, não!


3. Não entendemos nada...


4. Alguém aí se candidata?


5. Suporte técnico ou barista?


6. Vamos logo alinhar as expectativas


7. Não está fácil para o pessoal de TI


Já que o papo é anúncio de emprego, aqui você consegue encontrar muitas oportunidades!