terça-feira, 7 de novembro de 2017

10 erros comuns na alimentação dos pets


Saiba alguns erros para não cometer na alimentação dos cães
Saiba o que é importante e o que deve ser abolido na hora de comer

Muitos cães e gatos têm problemas para comer, rejeitam a ração e só querem a comida dos humanos. Se isso costuma acontecer é porque alguns hábitos do próprio tutor podem alterar e influenciar a alimentação do pet. A saúde do animal pode, inclusive, ser prejudicada por não comer muito bem. 

Para que alguns erros sejam evitados na hora da alimentação do animal de estimação é importante seguir alguns passos essenciais:

Comedouro sempre cheio
A obesidade entre cães e gatos é um assunto sério e, por mais que eles comam apenas ração, não é indicado manter o potinho sempre cheio. Se a quantidade de alimento for exagerada, eles tendem a engordar muito. 

Leite X saúde
Embora leite faça parte da alimentação de mamíferos filhotes, para os adultos esse alimento pode ser indigesto. Há possibilidade até de causar flatulência, diarreia e vômito nos pets. 

Alimentos extras
Esse tipo de comida, além de gerar um desequilíbrio na alimentação do pet, também pode levar à obesidade. E o pior: o animal perde o apetite para comer a ração, quando recebe petiscos demais.

Comida caseira + ração
Esse é um dos piores erros, já que afeta o benefício da ração de oferecer uma alimentação completa e balanceada. Além disso, esse combo têm um excesso de calorias que pode prejudicar o animal.

Mix de rações
Misturar diferentes rações pode anular os benefícios oferecidos pelas dietas industrializadas, que advêm justamente do fato de o alimento ser completo.

Trocar de ração porque o animal “enjoou”
Um ponto a destacar é que sempre toda vez que o tutor troca o alimento do pet, o "efeito novidade" faz com que ele queira consumir mais do que de fato precisaria. Quanto maior a variedade oferecida aos cães e gatos, especialmente de petiscos e extras, mais o animal selecionará os alimentos. 

Comida igual a dos tutores
Cachorros e gatos são diferentes dos humanos e, por isso, têm necessidades fisiológicas específicas. Para que a dieta caseira seja adotada de forma correta o ideal é ir a um veterinário que indique a forma adequada de preparar uma refeição com nutrientes equilibrados, de acordo com seu pet.

Usar linhaça na dieta do animal
Quer que seu pet tenha uma alimentação saudável ou que emagreça? Inserir a linhaça, muito usada em dietas saudáveis para seres humanos, na alimentação dos animais pode ser um erro. Cachorros e felinos não absorvem o ômega 3 de origem vegetal, presente nesse alimento. 

Suplementos alimentares
Rações de qualidade já têm os nutrientes suficientes e não requerem suplementação. Por isso não dê suplementos ao seu pet. Se achar que ele precisa disso, procure recomendação do veterinário.

Pets agitados
A agitação dos animais pode ser um impasse na hora da alimentação. Evite oferecer comida enquanto eles estão brincando ou correndo, já que têm outros interesses nesse momento.

Para entender mais sobre a saúde dos pets, cadastre-se aqui!


(Fonte: Canal do Pet)

Nenhum comentário:

Postar um comentário